Sem categoria

Unidades de Salvador e Juazeiro participam do Seminário Campanha da Fraternidade 2014

Compartilhar


A Campanha da Fraternidade de 2014 terá como tema “Fraternidade e Tráfico Humano”, e o lema “É para a liberdade que Cristo nos libertou.” (Gl 5,1). O objetivo geral da Campanha da Fraternidade será identificar as práticas de tráfico humano em suas várias formas e denunciá-las como violação da dignidade e da liberdade humana, mobilizando cristãos e pessoas de boa vontade para erradicar este mal em vista ao resgate da vida dos filhos e filhas de Deus.
Para atingir os objetivos da Campanha da Fraternidade de 2014 e dinamizar a Campanha da Evangelização, a CNBB Regional Nordeste3, realizou o Seminário de formação e animação de Campanhas, com três representações de cada Arqui/diocese, onde a Unidade de Salvador (Força Feminina) com Rosilene Ferreira e a Unidade de Juazeiro (Pastoral da Mulher) com Railane Delmondes, representantes da Arqui/diocese de Salvador e de Juazeiro.
            O encontro contou com a presença de Jaqueline Leite que abordou o tema do Tráfico de Seres Humanos e suas conceituações e do Frei Xavier Prazo que trouxe a perspectiva do Ver, Julgar e Agir, abordando a temática do tráfico de seres humanos para fins de exploração de mão de obra.
Neste sentido os dois dias do encontro, 28 e 29 de setembro, foram apontados os principais objetivos especificos da campanha:
1-    Identificar as causas e modalidades do tráfico humano e os rostos que sofrem com essa exploração.
2 – Denunciar as estruturas e situações causadoras do tráfico humano.
3 – Reivindicar dos poderes públicos, políticas e meios para a reinserção das pessoas atingidas pelo tráfico humano, na vida familiar e social.
            Com a liberação dos materiais para estudo e formação, busca-se agora aprofundamento do tema a fim de integrar ainda mais as ações das Pastorais Sociais no enfrentamento ao Tráfico de Seres Humanos.

Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais do Projeto Força Feminina – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais.   

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *