Sem categoria

Saber envelhecer e Celebrar a vida

Compartilhar
Retomando as atividades na Unidade Força Feminina… Retomando a vida cotidiana e os desafios que ela apresenta… Retomando os sonhos, belezas, encantos, dificuldades… Enfim retomando a caminhada junto às mulheres que na última sexta feira deste mês de Janeiro aconteceu na Unidade a Celebração das aniversariantes do mês.
Juntamente com Ir. Pilar Laria que celebra seus 75 anos de vida, doação, história as mulheres cantaram, agradecerem, celebraram a vida e a alegria de saber envelhecer. 

Com o poema de Ir. LeoniraCamatta “Envelhecer”, as mulheres refletiram sobre a importância de se viver este tempo como único. Saber envelhecer a cada dia, em cada situação, sendo agradecidas pela vida, por esta dádiva.
Saber envelhecer é uma dádiva
E dizer adeus
Obrigada
Contemplando o passado
Viver o presente reforçado
Das caricias de deus
Um beijo apaixonado
As forças vão sumindo
A velhice?
Cairos do amor de Deus
Oferecem mil maneiras de ser
É olhar o coração fecundo
Ver a semente nascer
Saber ser fecundo na velhice
É sinal de sabedoria
É continuar jogando a semente
Estéril ninguém pode ser
A fecundidade renova a vida
Gera dor e também gera alegria
A vida é um caminho fecundo
Que não se pode parar
Acreditar nos nossos sonhos
E nunca deixar de sonhar
O processo continua
Gerando alegria
Nos braços de Deus
E confiando em Maria

Assim, retomando a vida, as atividades, o compromisso solidário com as mulheres a Unidade Força Feminina segue a caminhada envelhecendo a cada dia, seguindo em frente… Retomando a vida e agradecidas/os pela presença sábia, alegre e fenda de Ir. Pilar em nosso meio!!!

Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais do Projeto Força Feminina – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais.   

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *