Sem categoria
Compartilhar
Abertura da Casa

A equipe do Projeto Força Feminina, iniciou as suas atividades externas dando boas – vindas às mulheres atendidas pelo projeto. Nesse contexto, como proposta de acolhida, realizamos uma roda de conversa, em que as mesmas explicitaram mensagens de reflexão, sonhos a serem realizados e palavras que emanassem boas energias para o novo ano.

O objetivo dessa acolhida especial é ratificarmos a importância de iniciarmos um ano com pensamento positivo, almejando novos sonhos, ressignificando as nossas atitudes e, sobretudo, acreditando no efeito dos pequenos atos. Assim, a partir dos sentimentos que foram externados (medo de perder e não assumir riscos), resgatamos sensações de flexibilidade, mutua-confiança e deixamos claro, a importância de possibilitar que 2016, seja um ano de cooperação; cuidado e amor ao próximo.
Nesse sentindo, buscando reiterar a necessidade de projetar às ações que serão executadas no decorrer do ano, o grupo de assistidas construíram um mural de desejos e trouxeram como prioridades: Saúde, Deus, Manter Contato com a Família, Amor, Sorrisos, Respeito, Moradia, Emprego e Paz. Tais desejos servirão como motivação para novas conquistas, mudanças e um novo olhar para o mundo.
Por conseguinte, com essa reflexão encerramos a atividade, na certeza de que a essência da Missão Oblata será vivenciada em cada dia desse novo ano e que trabalhando com fé e afinco, resgataremos nas mulheres em situação de prostituição, o poder de libertação e de transformação, perdidos outrora.



Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais do Projeto Força Feminina – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais.   

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *