Sem categoria
Compartilhar
 CIRANDAS PARCEIRAS


No dia 29 de março de 2017 ocorreu na sede do Projeto Força Feminina, o 1º encontro “Cirandas Parceiras” de 2017 com o tema: “Envolvimento Feminino com drogas: Representações sociais e vulnerabilidade”, explanado pela Prof. Dr. da Escola de Enfermagem da UFBA, Jeane Freitas de Oliveira.
Como de costume, para tornar o evento mais iluminado e rico, convidamos os parceiros da rede de atenção à mulher, estudantes de Faculdade / Universidades públicas e particulares de Salvador e mulheres atendidas pelo projeto.
A professora Jeane apresentou-nos uma metodologia lúdica e dinâmica para que o tema fosse desenvolvido, a partir dos conhecimentos prévios e/ou vivências de cada participante. Com isso, o momento tornou-se mais participativo.  

O encontro focou na heterogeneidade de grupos e de pessoas usuárias de drogas, com ênfase nas especificidades de mulheres. Foram identificadas diferenças no consumo de drogas entre homens e mulheres e especificidades entre mulheres tanto em relação a aspectos epidemiológicos quanto aos determinantes socioculturais do fenômeno. Além de como a utilização da droga potencializa o indivíduo a realizar ações já planejadas e/ou presentes no seu inconsciente.

Segundo Jeane: “Atualmente, o consumo de drogas é considerado um problema social e de saúde pública de ordem mundial. Os impactos sociais e de saúde causados por este problema apresentam-se distintos para cada sociedade a depender, dentre outros aspectos, das representações e significados atribuídos ao uso de drogas e, em consequência, às pessoas usuárias. Além disso, devem-se levar em consideração questões de ordem individual e dos grupos no interior de uma mesma sociedade. Embora a heterogeneidade social e cultural das (os) usuárias (os) de drogas seja consenso na literatura, ainda há uma tendência à homogeneização, como se todos pertencessem a uma mesma categoria social e devessem ser vistos a partir de um mesmo enfoque. Essa ideia pode mascarar a necessidade de ampliar o leque de atividades assistenciais de cunho preventivo, educativo e de tratamento com vistas a contemplar os distintos grupos de usuários, assim como dificultar a análise mais aprofundada de pesquisas.” 
Projeto Força Feminina

Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais do Projeto Força Feminina – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais.   

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *