Sem categoria

Mais um caso de feminícidio #BASTA

Compartilhar
Jovem é encontrada morta dentro de casa em Lauro de Freitas; namorado é suspeito
Uma jovem foi encontrada morta na casa onde vivia, na tarde desta terça-feira (07), no município de Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador (RMS). Segundo informações da Polícia Civil, a vítima, identificada como Michele da Hora de Melo, de 23 anos, estava com uma corda amarrada no pescoço e tinha marcas de golpe de faca pelo corpo. Ainda não se sabe a causa da morte, no entanto, o namorado dela, um adolescente de 17 anos, é o principal suspeito do crime.
O corpo da vítima foi encontrado por familiares, que foram na casa dela durante a tarde. O suspeito, então, teria dito que Michele se matou, contudo, ele foi visto lavando uma faca. Após o crime, ele fugiu da residência e está sendo procurando.
Conforme a polícia, os familiares da jovem contaram que ela e o namorado, que é da cidade de Serrinha, também interior da Bahia, iniciaram o relacionamento pela internet e moravam juntos há dois meses. Ainda de acordo com a família de Michele, as brigas entre o casal eram constantes.
O corpo da jovem foi encaminhado para o Instituto Médio Legal (IML) de Salvador, onde será periciado. O caso está sendo investigado pela 27ª Delegacia Territorial (DT) de Itinga, em Lauro de Freitas. O pai e a irmã da vítima foram levados para a unidade para prestar depoimento.
Fonte: Redação VN

Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais do Projeto Força Feminina – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais.   

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *