antirracismodireitos humanosempoderamentofeminismo negrofeminismosgêneroRacismo

Projeto Força Feminina no Julho das Pretas 2020

Compartilhar

ENCONTRO DAS PRETAS: É O Projeto Força Feminina no Julho das Pretas-BA

O Dia 25 de Julho é dedicado a reafirmação da importância das Mulheres Negras Latino Americana e Caribenha no contexto da luta antirracista. Aqui no Brasil o dia também é dedicado a memória de Tereza de Benguela. Já faz algum tempo que as comemorações do Dia 25 de Julho foram se ampliando. E atualmente esta agenda positiva se estende por todo de mês de Julho (as vezes entrando no mês de agosto).  Neste período os movimentos de mulheres negras reafirmam sua força nas trajetórias de resistência e lutas contra racismo no mundo. Mulheres negras estão na base da pirâmide social, sustentam este país e mesmo assim, integramos a parcela da população que vive em situação de extrema vulnerabilidade. Acesso a direitos básicos nos são negados (educação, moradia, saúde, entre outros).

O Força Feminina não poderia ficar de fora deste momento que marca início segunda metade do ano. Como ainda estamos no epicentro da crise pandêmica, nossa atividade será realizada através redes sociais. Mas, a distância não impedirá que o debate seja cheio de força e beleza. Para esta discussão convidamos três mulheres potente que são jovens referências do movimento de mulheres negras na Bahia.

Projeto convida a todas e todos a participarem da discussão. Neste debate interseccional, dialogaremos sobre o espaço e luta das mulheres negras em uma sociedade patriarcal, machista e racista.

 

Para compor a mesa de debate convidamos:

  • Laíse Neres contribuirá no debate tratando sobre Mulheres Negras, Relações e Afetividade

(Socióloga, Pós Graduanda em Serviço Social Multidisciplinar, militante do Direitos Humanos e Feminista Negra.)

  • Jucidalva Gomes contribuirá no debate tratando sobre Saúde e Qualidade de Vida das Mulheres negras

(Antropóloga e mestranda em Saúde Coletiva pela UFBA. Pesquisadora nas áreas da saúde da população negra, doença falciforme, raça, racismo, gênero e interseccionalidade)

  • Rebeca Tárique contribuirá no debate tratando sobre Mulheres negras no contexto da Arte e da Cultura

(Historiadora, Omorsá de Oyá do Terreiro Ilê Asé N’Zambi Funan, militante do Movimento Negro e Cantora revelada dentro dos eventos de militância)

 O debate será mediado por Iracema Oliveira: Pedagoga, Educadora Social do Força Feminina, Pós Graduada em Gestão e Coordenação Pedagógica e Feminista Negra. Militante antirracista e  dos Direitos Humanos.

Aguardamos todas e todos para dialogarmos sobre a vida das mulheres e o impactos do racismo em nossas vidas.

 

  • Tema: Julho das Pretas
  • Data: 30 de Julho
  • Horário: 15h00min
  • Local: Youtube Rede Oblata Brasil, acesse aqui: 

Saiba mais sobre nós:

♥ Instagram

Facebook

 

Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais do Projeto Força Feminina – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais.   

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *