Sem categoria

Unidade Força Feminina participa de Diálogo de Saberes

Compartilhar

 Iniciativa do Ministério Público da Bahia, o evento intitulado Diálogo de Saberes trata-se da articulação com a academia e com a sociedade civil, para trazer uma política de discussão, reflexão e troca de experiências na tentativa de compreender por outras lentes a complexidade dos fenômenos que impactam o sistema de justiça e a atuação ministerial. O evento propõe a troca de saberes acadêmicos e populares que traz por consequência a produção de conhecimentos interdisciplinares que favoreça a práxis profissional do Ministério Público.

E na sexta-feira do dia 28 de junho, a Unidade compareceu ao CEAF, Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Profissional, partilhando a experiência do Instituto das Irmãs Oblatas do Santíssimo Redentor e da Rede Oblata, com o trabalho junto às mulheres em situação de prostituição. Com a presença de representações do governo, da Prefeitura Municipal, SPM – Superintendência de Politicas para as Mulheres Estadual e Municipal, além de membros da sociedade civil como um todo, o evento garantiu o fortalecimento das redes de parcerias para o atendimento à mulher e o mais importante, a busca pela redução da invisibilidade a que as mulheres em situação de prostituição estão condicionadas.

Com a fala de Fernanda Priscila, coordenadora da Unidade e de quatro mulheres atendidas, temas como violência, dificuldade de acesso às redes de atendimento e a invisibilidade da realidade da prostituição foram levantados. O evento possibilitou ainda a partilha e escuta dos presentes que trouxeram suas contribuições e reflexões.
Um dos frutos do momento foi o fortalecimento das parcerias, inclusive o estreitamento das relações com o GEDEM – Grupo de Atuação Especial em Defesa da Mulher, além de propostas de ampliação do trabalho da Unidade em comunidades aonde a incidência da prostituição vem representando um problema social, no que diz respeito à inserção de mulheres e jovens nesse contexto.

 

Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais do Projeto Força Feminina – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais.   

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *