Sem categoria

Semana Criativa Grito dos Excluídos 2017

Compartilhar

Do dia 25 de agosto até o dia 06 de setembro de 2017 aconteceu no Projeto Força Feminina a Semana Criativa do Grito dos Excluídos 2017, no qual ocorreram muitas oficinas formativas, com discussões, exibição de vídeos, confecção de materiais e momentos de escuta a fim de proporcionar reflexões e motivar as mulheres a participarem desse evento de forma mais consciente, com o objetivo de fomentar nelas o desejo de gritar sim, mas com consciência real dos motivos pelos quais estão gritando.



A Semana Criativa Grito dos Excluídos 2017 teve por objetivo divulgar a proposta do 23º Grito dos Excluídos desde a sua criação até agora, com a divulgação de vários convites e do Tema e do Lema deste ano: “Vida em Primeiro Lugar – Por Direitos e Democracia a Luta é Todo Dia!”. As oficinas realizadas objetivam que elas se percebam como agentes de transformação social e multiplicadoras nos locais em que perpassem. Muitas das mulheres atendidas pelo Força Feminina estão inseridas em outros movimentos e projetos, e fortalecer nelas a conscientização política acerca de seus deveres e direitos é a missão deste Projeto:


Aproximar, compreender, acolher e acompanhar as mulheres em situação de prostituição, contribuindo para que elas em relação às suas vidas possam “fazer com as próprias mãos e caminhar com as próprias pernas”, por meio da construção conjunta, conscientização e humanização.



É dessa forma que o PFF endossa o clamor do 23º Grito dos Excluídos, pedindo que os direitos de todos sejam defendidos e respeitados sempre. Cada cidadão brasileiro deve se lembrar “A Vida em Primeiro Lugar”, pois “Pelo Direito e Democracia, a Luta é Todo Dia!”

Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais do Projeto Força Feminina – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais.   

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *