Sem categoria

Cirandas Parceiras “Fraternidade e Superação da Violência”

Compartilhar

Realizou-se na tarde do dia 28 de março, na sede do Projeto Força Feminina o Encontro de Cirandas Parceiras com o tema “Fraternidade e Superação da Violência: Vós sois todos irmãos e irmãs” apresentado por Hildete Emanuele – professora e coordenadora da articulação da Ação Social Arquidiocesana em Salvador. Ela transcorreu sobre os diversos tipos de violência, observada e vivenciada todos os dias nas grandes e pequenas cidades, no seio familiar, nas Instituições, contra mulheres e homens, jovens e crianças, adultos e idosos, sobretudo contra a população mais vulnerável. Provocou os participantes a pensarem formas de solucionar essas várias violências e a criar estratégias para a construção de uma sociedade que promova a cultura da paz, da reconciliação e da justiça.
Foi uma roda de conversa, no qual os presentes participaram ativamente, interagiram, trouxeram dúvidas, partilharam suas experiências e  deram depoimentos de como conseguiram superar as violências que sofreram.

Mesmo em momentos de discursos contraditórios e preconceituosos frente a essa temática, a facilitadora soube animar e estimular o público a refletir sob o ponto de vista histórico – cultural, para fazer compreender a origem de certos comportamentos, atitudes e falas preconceituosas e discriminatórias que já estão internalizados e são considerados normais.
Os presentes foram instigados a pensar que cada um é responsável pelo que acontece ao seu redor, que as atitudes individuais repercutem em ações maiores e que cada pessoa pode manter o estado de violência ou de paz a depender da forma como enxerga a si mesmo e ao outro. A todo instante, a professora Hildete Emanuele retomava a proposta inicial de olhar o outro como irmão e irmã.
São em encontros como esse que a rede de combate à violência se forma e se fortalece, principalmente quando outros projetos e seus usuários se tornam multiplicadores.


Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais do Projeto Força Feminina – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais.   

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *