Sem categoria

Campanha Silêncio Pela Dor

Compartilhar

A Constituição Brasileira prevê em seu Artigo 196º que “A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação.”

Vivemos em nosso país a realidade de estarmos há 110 dias com um ministro interino na pasta da Saúde. Na última semana, o Brasil chegou a chocante marca de mais de 139 mil mortos vitimados pela Covid19. Cem e trinta nove mil famílias, neste momento estão enlutadas e sem possibilidade de vivenciar o luto – as normas sanitárias e o distanciamento social impossibilitam muitas famílias a participarem do sepultamento dos seus entes queridos. A população brasileira tem experenciado violências, tem enfrentado processos de desigualdades, desde a sua invasão colonial; agora precisa se unir em prol da superação desta problemática.

A Campanha Silencio Pela Dor fora idealizada pelo responsável da Comunidade da Trindade[i] em Salvador, Henrique Peregrino. A Campanha lança convite para pensarmos sobre as famílias vítimas pela crise pandêmica. Momento de refletirmos sobre a falta de entendimento e sobretudo comprometimento do Estado brasileiro para organização, enfrentamento e superação desta realidade.

O Projeto Força Feminina se engaja nesse gesto de solidariedade e oração, convocando a todas as pessoas a proporcionarem um momento de silêncio interno e entrarem em comunhão com cada família vitimada pela Covid19

A Campanha Silêncio Pela Dor convida a todos a se implicarem com esta causa, produzir seu cartaz com hastag #silenciopelador expressar e compartilhar sua indignação!

Os silêncios neste momento de dor ecoam vozes que clamam por justiça e paz!

Silêncio também é um ato político!

A campanha pode ser acompanhada na internet através do perfil do Facebook Silencio Pela Dor e pelo perfil no Instagram @silenciopelador

Comunicação Força Feminina – Iracema Oliveira


[i] A Comunidade da Trindade é uma comunidade que vive uma espiritualidade Trinitária e Peregrina, na igreja da Trindade em Salvador, Bahia, onde acolhe pessoas que vieram das noites das ruas, numa capela como eremitério, e no caminho como peregrina.

Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais do Projeto Força Feminina – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais.   

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *