Sem categoria

É preciso esperançar!

Compartilhar

Neste início do ano de 2021 deixamos aqui uma mensagem do nosso grande educador Paulo Freire. Acreditando na força e na energia do esperançar, de estar em coletividade para superar os desafios propostos para o ano 2021.

É preciso Esperançar!

“É preciso ter esperança, mas ter esperança do verbo esperançar; porque tem gente que tem esperança do verbo esperar.

 E esperança do verbo esperar não é esperança, é espera.

Esperançar é se levantar, esperançar é ir atrás, esperançar é construir, esperançar é não desistir!

Esperançar é levar adiante, esperançar é juntar-se com outros para fazer de outro modo…”.

Um abraço afetuoso Equipe do Força Feminina

Poema encontrado em: https://www.pensador.com/frase/Mjg0MjkzMw/#:~:text=%E2%81%A0%C3%89%20preciso%20ter%20esperan%C3%A7a%2C%20mas%20ter%20esperan%C3%A7a%20do%20verbo,construir%2C%20esperan%C3%A7ar%20%C3%A9%20n%C3%A3o%20desistir!

Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais do Projeto Força Feminina – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais.   

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *