Sem categoria

CAMPANHA Primavera para a vida 2012

Compartilhar
A Campanha Primavera para a Vida (CPPV) deste ano teve início no dia 23 de setembro e se estenderá por todo o período da primavera, tendo como tema: “Justiça ambiental na perspectiva de direitos”. Esse é um momento onde refletimos sobre como tem sido nossa atuação enquanto igrejas, e enquanto CESE, diante dos atuais desafios pela sustentabilidade de nossa casa comum, o planeta terra, criação divina sob nossa responsabilidade. É, também, dedicado à mobilização de recursos da CESE com suas igrejas-membro.
Abaixo, a CESE disponibiliza sua Caixa de Ferramentas, com materiais para reflexão, subsídios litúrgicos, sugestões de ações de mobilização de recursos e sensibilização às causas que advoga na campanha.
Há várias formas de apoiar e acompanhar a Campanha:
1. Ajudando-nos a ampliar a visibilidade da CESE, promovendo-a nos veículos de informações de sua igreja, sejam revistas impressas, boletins, blogs, site, etc;
2. Visitando, curtindo e interagindo com a página da CPPV no Facebook que pode ser acessado em: https://www.facebook.com/pages/Primavera-Para-a-Vida/275158325916653
3. Contribuindo com e-mails de lideranças eclesiásticas, instituições e pessoas que compartilhem de ideias ecumênicas e que desejem receber informações sobre nossas ações nesta área;
4. Celebrando a campanha, aderindo às ações propostas e utilizando os materiais que serão disponibilizados em nossos canais de comunicação online.

Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais do Projeto Força Feminina – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais.   

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *