Sem categoria

Mulheres Borboletas: em busca de si, da outra e de voos transformadores

Compartilhar
Transformação, movimento, crescimento, ousadia e esperança… Estas foram as marcas do segundo encontro: Mulheres Borboletas, realizado pela Rede Oblata de Pastoral, com a presença de mulheres das Unidades de Juazeiro e Salvador da Bahia.

O primeiro encontro aconteceu em 2011 na cidade de Juazeiro com este tema e deu continuidade este ano em Salvador seguindo a mesma temática. Os encontros têm como objetivo possibilitar um espaço de vivência da espiritualidade, do encontro consigo mesmas e com a outra e o aprofundamento no processo de conhecimento de si, da vida e realidade com todas as suas faces.

Neste encontro em Salvador que aconteceu nos 19 e 20 de novembro, em Itapuã, a alegria trazida pelas mulheres de Juazeiro foi uma marca forte e esperançosa. No encontro as mulheres puderam falar de si, reconhecer-se em seu processo de mulheres borboletas que estão em processo de transformação e crescimento. A possibilidade do encontro, de trocas e partilhas de vida foi outra marca neste encontro: mulheres estreitando laços de amizades e fortalecendo vínculos.

Mulheres borboletas, prontas para voar, ou ainda, buscando alçar seus voos… Superando desafios, vencendo dificuldades, alimentando esperanças… O processo esta em movimento, passo a passo, tempo a tempo cada mulher constrói sua historia.
 

Conteúdos do blog

As publicações deste blog trazem conteúdos institucionais do Projeto Força Feminina – Unidade da Rede Oblata Brasil, bem como reflexões autorais e também compartilhadas de terceiros sobre o tema prostituição, vulnerabilidade social, direitos humanos, saúde da mulher, gênero e raça, dentre outros assuntos relacionados. E, ainda que o Instituto das Irmãs Oblatas no Brasil não se identifique necessariamente com as opiniões e posicionamentos dos conteúdos de terceiros, valorizamos uma reflexão abrangente a partir de diferentes pontos de vista. A Instituição busca compreender a prostituição a partir de diferentes áreas do conhecimento, trazendo à tona temas como o estigma e a violência contra as mulheres no âmbito prostitucional. Inspiradas pela Espiritualidade Cristã Libertadora, nos sentimos chamadas a habitar lugares e realidades emergentes de prostituição e tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, onde se faz necessária a presença Oblata; e isso nos desafia a deslocar-nos em direção às fronteiras geográficas, existenciais e virtuais.   

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *